5 motivos para odiar Tales of Demons and Gods

Motivos para odiar Tales of Demons and Gods

Que Tales of Demons and Gods é uma novel incrível, todo mundo sabe. E a única razão que temos para termos listado os motivos abaixo, é por ela ser uma das melhores novels chinesas que existem, e a odiamos por isso. Precisávamos falar sobre ela.

Motivos para odiar (amar) Tales of Demons and Gods

1. Tem personagem que foge fora dos padrões

Nie Li é o tipo de personagem que consegue se adaptar a qualquer tipo de situação e não fica se superestimando por causa disso – coisa que 90% dos personagens da novel fazem.

2.  O senso de justiça é incrível

Após sua cidade ter sido atacada em sua vida passada por bestas e ser destruída, ele jura proteger sua amada, amigos e familiares que morreram neste ataque em sua nova vida. Além de destruir a Família Sagrada, que abandonou o seu dever e traiu a Cidade da Glória em sua vida passada.

3. Prova que até mesmo o mais fraco pode se sobressair no meio dos demais

Embora Nie Li seja o mais fraco em sua classe, com o talento mais baixo no Reino da Alma vermelho – o mais fraco dos reinos – com a ajuda de seu vasto conhecimento acumulado na sua vida passada, cresce mais rápido do que todos.

4. Tem personagem com vasto conhecimento e perspicácia

Apesar de sua aparência de um garoto de 13 anos, Nie Li tem uma mente de alguém muito mais velho e experiente. Isso normalmente confunde aqueles ao seu redor. Além de ser um mestre das táticas, ele é bom em ler as intenções ruins das pessoas que encontra pelo caminho. Mesmo tendo uma língua afiada, ele a usa somente contra seus inimigos, e ocasionalmente para trollar os seus amigos.

5. Existem tesouros secretos

Ao entrar nessa seita, no cultivo de capítulos atuais, você só pode cultivar uma vez por mês. Mas, há um tesouro secreto chamado Manhua, em que você pode consolidar o cultivo uma vez por semana, com exceção de alguns detalhes mais avançados do cultivo, como violência mais extrema, nudes e apalpadas nos seios da diretora da Associação de Alquimistas. Ah, também existe o Donghua  – De qualidade estranha, mas quem somos nós pra julgar?

Engana-se você, se pensou que tínhamos motivos para odiar essa obra. Nós odiamos sermos viciados nela, isso sim.

Agora confira o mini documentário sobre Mad Snail – o autor de Tales of Demons and Gods.

Profissional de Marketing, viciada em séries e uma nova leitora da novel Against the Gods.