As 7 armas orientais mais perigosas do mundo (2)

Grande parte destas armas foram produzidas por civilizações no Japão, China e Coreia. Portanto, aprecie nossa segunda lista de 7 armas orientais mais perigosas do mundo.

1. Shuriken

Arma-Oriental-Shuriken

O shuriken são armas perigosas se adicionadas a venenos ou nas mãos de arremessadores treinados. Boas na emboscada, mas não em guerra. Cada estrela da morte vinha no formato do emblema do clã, quando não se queria anonimato.

2. Katana

Arma-Oriental-Katana-300x400

A katana é a prova viva da genialidade japonesa. Eles retiraram leite de pedra, com o péssimo ferro que tinham. A katana era a arma secundária dos arqueiros montados vindos da Coreia que unficaram o Japão – os yamatos. Nesta época ainda não havia um culto da espada. Mas ficaram na katana características típicas de arma secundária de cavaleiro. Ela foi feita para cortar, não para furar e nem mesmo para terçar espada contra espada. Seu cabo para mão e meia, possibilita usá-la com uma ou duas mãos. Ela se quebra fácil perto de uma lâmina de Toledo.

3. Tessen

Arma-Oriental-Tessen

Os tessen, ou leques de guerra, foram muito utilizados como instrumentos de ataque e defesa por praticantes de artes marciais da China, do Japão e da Coreia. Como uma arma, é feito com hastes de metal afiadas na ponta e seda endurecida. Fechado, pode ser usado como um pequeno punhal e aberto pode ser usado para “esfaquear” o oponente. É normalmente considerado arma de kung fu. Apesar de atualmente os leques serem mais conhecidos como objetos de decoração, ainda são utilizados como instrumentos em treinos de artes marciais como o Tai Chi Chuan. São também utilizados em artes marciais como o Ninjutsu.

4. Kusarigama

Arma-Oriental-Kusarigama

Kusarigama é uma arma tradicional japonesa que consiste de uma kama (foice) com uma longa corrente presa ao cabo e um peso de metal na outra extremidade da corrente. Embora o kusarigama seja derivado de uma foice de agricultor, e embora a foice fosse frequentemente usada como arma pelos agricultores durante a era feudal do Japão, é importante notar que esses agricultores não usavam a kusarigama. Para atacar, o usuário balança a corrente com o peso fazendo um grande círculo sobre a cabeça, e então chicoteia para frente ao enlaçar a arma ou até mesmo imobilizar os braços ou pernas do adversário. Isso permite ao usuário do kusarigama avançar facilmente e atacar com a foice.

5. Urumi

Arma-Oriental-Urumi

Misto de chicote e espada, o urumi é uma das muitas armas indianas exóticas usadas na pratica do vadjiranamurti. Em repouso, a arma fica encolhida como uma língua de sogra, mas aos ser brandida, a lâmina estica como a língua de sogra ao ser soprada. Seu recolhimento posterior pode causar dano adicional.

6. Tetsubishi

Arma-Oriental-Tetsubishi

Os Tetsubishis são objetos pontiagudos, de material natural ou não, com três ou mais pontas afiadas que, conforme caiam, permaneçam com uma das pontas para cima, pois são jogados no chão para retardar o oponente. Eram muito usados pelos ninjas, pois tem a grande vantagem de serem de fácil uso e não necessitarem de técnicas elaboradas. São correspondentes aos estrepes europeus.

7. Kunai

Arma-Oriental-Kunai-300x400

Kunai é uma arma ninja que consiste em uma lâmina de ferro com um grande furo na base, destinado a amarrar cordas, originário da era Tensho no Japão. Eram destinadas ao arremesso com ou sem corda, a fim de ferir o inimigo à grande distância. Muito utilizada por ninjas em casos de assassinatos. Kunai é uma arma muito eficiente e que pode ser destinada para diversos fins. Os ninjas utilizavam-na para arremesso, servir de uma espécie de pinos de escalada, para fazer armadilhas, etc.

***

Se você não viu nossa primeira lista de armas orientais mais perigosas, veja em “As 7 armas orientais mais perigosas do mundo (1)” aqui mesmo no Palácio do Dao.

 

 

Profissional de Marketing, Editor da novel Against the Gods na Novel Mania e apaixonado pelo gênero Xianxia e por boa parte das novels chinesas.

  • GabrieruTheXavoso

    Obrigado <3 um conhecimento a mais~