Castelo Espiritual de Ascensão de um Deus

Castelo Espiritual de Ascensão de um Deus

Para entendermos como funciona o Castelo Espiritual de Ascensão de um Deus, primeiro é necessário compreender o local onde ele se encontra. Vamos lá?

A Dimensão Espiritual nasce junto com o ser, ou seja, quando atingimos o Dao do Espírito não quer dizer que a criamos, mas que pela primeira vez entramos em contato com nossa Dimensão Espiritual.

Porém ela se expressa de forma diferente dentro de cada indivíduo. Por exemplo, Le Chang tem a sua na forma de uma caverna colossal, já Chi Ziyun como uma planície.

O mesmo se aplica ao Castelo Espiritual. Afinal, ele é a expressão do Ser em um sentido extremamente profundo. Enquanto a Dimensão Espiritual é a forma como o Espírito se apresenta, o Castelo Espiritual é o âmago do indivíduo, transformando-se em algo visível. É como se as emoções, pensamentos, sentimentos, objetivos, sonhos, alegrias e tristezas, tomassem forma dentro desta dimensão.

O Castelo Espiritual guarda um tesouro: a Alma

Porém, o Castelo de cada um tem as mesmas divisões, bem como a mesma premissa. Ou seja, o Caminho Marcial é absoluto até mesmo para os Deuses, nada escapa dele.

O Castelo é algo mutável em sua aparência, demonstrando o quão poderoso é o indivíduo. Isso quer dizer que um grande Castelo Espiritual, que emana puro poder, faz alusão a quão poderoso é o cultivador.

Um sábio uma vez disse:

“O poder reside dentro de cada pessoa, basta você o querer!”

Suas palavras se encaixam perfeitamente no Caminho Marcial.

O Castelo Espiritual nasce junto da Dimensão Espiritual, mas sua aparência pode ser alterada conforme o tempo. Todavia, algumas coisas são eternas.

Por exemplo: o Portão Espiritual, os Degraus da Alma, o Portão da Purificação, os Pilares do Dao do Esclarecimento e as Fechaduras Lendárias, todas elas permanecem os mesmos, desde sua aparição junto do ser. Isso quer dizer que desde um bebê, até um idoso, o poder absoluto está dentro de si.

O Caminho Marcial é a peregrinação que cada um faz, para conquistar o poder, em outras palavras, conquistar a si mesmo.

O Dao Marcial não é a demonstração de poder sobre os outros. É ser mais forte do que a si mesmo, romper os gargalos de seu Castelo Espiritual, e pegar o que é seu por direito.

Isso deixa claro que todos são capazes, o talento é algo a parte, uma facilidade do corpo, mas a mente de todos, nasce da mesma forma, ninguém nasce tendo sua Dimensão Espiritual ou seu Castelo Espiritual com mais poder no seu interior.

Com Le Chang é a mesma coisa, o poder sempre está no seu interior. O mesmo ocorre com Chi Ziyun, Lian Mei, Wuhan Xie, Lin Bo, Tian Mao, Cai Bo, Lin Yang, Lin Mei, Lin Cai, Mestre Wong e assim por diante. Todos eles nasceram com o poder dentro de si e sua jornada é na busca de tomar para si o poder que é seu por direito.

O Castelo Espiritual é um teste

O Castelo Espiritual é a forma como a vida criou para testar aqueles que a possuem. Você deve mostrar ser capaz de a ter por mais tempo. A vida entrega a cada um, o Poder, mas é preciso provar para ela que você tem essa capacidade.

Porém, isso é presente também dado pela Morte. Afinal, quanto mais avançamos no Caminho Marcial, mais nossas vidas são estendidas. Ou seja, Dao Marcial é a união da Vida e da Morte, não de um tipo de Energia, mas de seus próprios conceitos de existir.

Nada é mais absoluto do que a Vida e a Morte, os eternos rivais. Sendo assim, como poderia o Caminho Marcial derivar de algo do que não desses dois conceitos?

“Conhecer os outros é inteligência. Conhecer-se, é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlar-se a si próprio é verdadeiro poder.” – Lao-Tsé.

***

Tem alguma informação complementar? Escreva nos comentários e assim que possível iremos atualizar o artigo.

Profissional de Marketing, viciada em séries e uma nova leitora da novel Against the Gods.